Imprimir

Bolsas e Financiamentos

Bolsa de Estudo

A Fundação Educacional de Ituverava concede bolsas de estudo a alunos de baixa renda. Para que o benefício se confirme é necessário o preenchimento correto do Requerimento de Bolsa para que seja avaliada a situação socioeconômica, de acordo com as espicificações da Lei da Filantropia - Nr. 12.101/09.

Comunicado sobre Bolsas

Em cumprimento ao disposto que determina esta Lei a Fundação informa também que a renovação do requerimento de bolsa se fará obrigatória todos os anos por parte de todos  os alunos bolsistas, portanto, se você é um aluno bolsista da Fundação esteja ciente de que todo ano será preciso refazer o requerimento e que o não cumprimento desta regra implica no cancelamento imediato da bolsa. Todo ano, durante o mês de Agosto, a exemplo do que foi feito nos anos anteriores, serão fixados cartazes nas dependências das faculdades, serão disponibilizadas informações pelo site da Fundação , serão enviadas cartas pelo correio e também por e-mail e serão dados avisos em salas de aula,  afim de que todos os alunos sejam informados e respeitem o prazo estipulado, pois assim todos serão beneficiados. Caso a Fundação não cumpra com as determinações da Lei, ela poderá ser penalizada, e este fato acarretará  sérios prejuízos também para você, aluno desta Instituição. Uma parceria somente se concretiza quando há interesse de ambas as partes. 

Instruções

É necessário o preenchimento do requerimento de bolsa com anexo dos documentos necessários, porém o desconto não é automático, será realizada uma análise da documentação pela assistente social designada, e posteriormente encaminhado à Diretoria. O resultado da análise do requerimento é comunicado ao aluno pela secretária administrativa da Fundação, através de telefones e e-mail descritos pelo aluno no requerimento de bolsa. 

O prazo para renovação será de 01 a 25 de Agosto de 2017.


ProUni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica em instituições privadas de educação superior.

Podem se inscrever no processo seletivo do Prouni, os candidatos que não possuam diploma de curso superior, que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e alcançado no mínimo 450 pontos na média das cinco notas (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação). O candidato deve ainda ter obtido nota superior a zero na redação.

Clique aqui para acessar o site do Prouni
 


 
FIES

FIES - Para que mais pessoas tivessem a oportunidade de estudar, o governo federal criou o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), um programa de financiamento voltado para alunos de graduação matriculados em cursos presenciais de instituições pagas.

No último dia 30 de janeiro (2017), o MEC (MEC) abriu o sistema para solicitação de aditamento de contrato. Ou seja, os alunos que já possuem financiamento devem solicitar a sua renovação, o que deve ser feito sempre semestralmente.

O MEC já adiantou que haverá alterações nas regras, mas é bom já ir se preparando com as regras atuais, que exigem uma série de documentos e têm prazos rígidos.

Os requisitos para solicitar a inscrição são:

  • A renda familiar bruta (antes de descontos, como impostos) per capita máxima deve ser de três salários mínimos;
  • O estudante precisa ter feito o Enem de 2010 em diante, obtido nota mínima de 450 pontos e não pode ter zerado na redação;
  • O aluno não pode já ter um diploma de ensino superior;
  • O aluno deve estar com a matrícula regular na instituição de ensino;
  • O estudante não pode já ser beneficiado pelo Prouni;
  • A instituição na qual está matriculado tem de ser participante do Fies e ter uma avaliação positiva no programa do MEC. Você pode conferir se a sua faculdade está habilitada no site do programa através do link http://sisfiesportal.mec.gov.br/

O FIES financia até 100% do valor da mensalidade do curso, dependendo de fatores como demanda por financiamento, a situação sócio-econômica do aluno, a região em que ele mora e o curso escolhido. O aluno só começa a pagar o financiamento três anos após a conclusão do curso e os juros são de 6,5% ao ano, o que é bem baixo.

Todos os cursos podem ser financiados pelo programa, mas as áreas de saúde, engenharia e formação de professores, consideradas prioritárias, e devem ocupar mais da metade das vagas do FIES.

Fique atento às novidades e não perca a chance de concretizar esse sonho!

Maiores Informações (16) 3729-9000 na FFCL falar com Pâmella e Fafram falar com Amauri.

Clique aqui para acessar o site do FIES
 



 
Programa Escola da Família
 
O Programa Escola da Família foi criado no dia 23 de agosto de 2003 pela Secretaria de Estado da Educação.

Ele proporciona a abertura de escolas da Rede Estadual de Ensino, aos finais de semana, com o objetivo de criar uma cultura de paz, despertar potencialidades e ampliar os horizontes culturais de seus participantes.

Alunos da FFCL podem se cadastrar no Programa Escola da Família, que oferece uma bolsa de 100% para todo o período em que o aluno estiver no programa.
 
A bolsa é custeada 50% pelo programa e 50% pela Fundação Educacional de Ituverava. Todo início de semestre, disponibilizamos diversas vagas aos alunos que estiverem interessados.
 
Clique aqui para acessar o site da Escola da Família 



Convênios com Prefeituras
 
A Fundação Educacional de Ituverava mantém convênio com diversas prefeituras da região. Para saber se a sua cidade é conveniada, consulte a secretaria da Educação do seu município. As condições para obtenção do benefício variam de acordo com as regras firmadas entre Fundação e Prefeitura. O desconto permanecerá ativo durante a vigência do termo de convênio.
 
 



Projeto Bolsa Alfabetização – Ler e Escrever

O Projeto Bolsa  Alfabetização é um programa atrelado ao Programa Ler e Escrever. Ambos são financiados pelo governo do Estado, e possibilitam a entrada do estudante universitário, (Letras e Pedagogia) nas salas de aula dos 2ºs (segundos anos) juntamente com o professor titular, e juntos têm a missão de alfabetizar as crianças da rede pública estadual.

Clique aqui para acessar o site do Projeto Bolsa Alfabetização