Imprimir

Administração e Contábeis obtêm nota 4 no Enade

diretoria fe 2017 smallOs cursos de Administração de Empresas e Ciências Contábeis da FFCL (Faculdade de Filosofia Ciências e Letras) tiveram divulgadas as notas do Enade (Exame Nacional de Desenvolvimento da Educação).

Ambos conquistaram nota 4 pelas provas realizadas pelos alunos formados no ano de 2015. Com os resultados, estes cursos estão entre os quatro melhores em toda região.

A prova foi aplicada para a primeira turma formada pelo curso de Ciências Contábeis que tem sua qualidade também comprovada nas aprovações do CRC (Conselho Regional de Contabilidade), onde 50% dos alunos foram aprovados já na primeira avaliação dos órgãos.

Já o curso de Administração repete pela terceira vez a pontuação, que é de zero a cinco. As provas do ENADE, no entanto, são aplicadas a cada três anos, portanto estes cursos serão avaliados novamente através da turma de 2018.

O diretor da FFCL, professor doutor Antônio Luís de Oliveira enalteceu a estrutura oferecida pela diretoria da mantenedora Fundação Educacional de Ituverava, a qualidade dos professores, dedicação dos coordenadores e esforço dos alunos.

“Ressaltamos que nossos cursos são em período noturno, ou seja, nossos alunos trabalham durante o dia e estudam à noite e vem em sua maioria de escolas públicas, conquistar a média 4, com perspectivas de chegarmos à 5, colocando a FFCL no nível de excelência é um fator muito positivo e de orgulho para a instituição”, declarou o diretor.

“Foi muito importante para comprovar que nossos cursos são de excelência, tanto que os alunos de Contábeis, logo que terminam, prestam as provas do CRC e 50% já são aprovados”, observa o presidente da Fundação Educacional de Ituverava Pedro César Galassi.

“Não temos quantidade de alunos se comparados com as instituições de cidades maiores que são empresas, mas temos qualidade”, definiu Galassi, que em conjunto com diretor executivo Roberto Inácio Barbosa e o vice-diretor executivo Antônio Delgado, que representando a diretoria e o conselho parabenizaram alunos, professores e coordenadores.

diretoria fe 2017
O diretor da FFCL Oliveira com presidente Galassi, diretor executivo Barbosa e vice-diretor executivo Delgado
 

Fonte: Jornal O Progresso

Imprimir

Atenção alunos que pretendem aderir ao FIES

banner fies 2016 2

Prezados alunos, fiquem atentos ao prazo de inscrição no programa Fies referente ao segundo semestre de 2016.

O período de inscrição para seleção do Fies (segundo semestre de 2016) será de 24 a 29 de Junho de 2016.

CRONOGRAMA

24/06 a 29/06 - Período de inscrições

30/06 - Resultado da pré–seleção na chamada única e Lista de Espera

A partir de 01/07 - Conclusão da inscrição no Sisfies pelos estudantes pré–selecionados na chamada única. Os estudantes participantes da Lista de Espera que forem pré–selecionados deverão concluir sua inscrição no SisFies no prazo de 5 (cinco) dias úteis.


Cursos da FFCL participantes do programa FIES 2016/2

  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia Mecânica

Para inscrever-se acesse http://fiesselecao.mec.gov.br/

Imprimir

Aluno da FFCL faz análise de custo da cesta básica

Ele apresentou cálculo do índice de variação de preços da cesta básica em Ituverava em janeiro de 2016

banner cesta iedoNo começo do ano, a Tribuna de Ituverava publicou o artigo idealizado por Iedo Matuela Filho, aluno do curso de administração da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava (FFCL), a respeito do cálculo do índice de variação de preços da cesta básica do município em janeiro de 2016. O trabalho acadêmico foi acompanhado e orientado pelo coordenador do curso, o professor Eduardo Garbes Cicconi.

Agora, após alguns meses, Iedo escreveu um novo artigo, atualizando as informações até o mês de maio. A iniciativa do estudante foi bastante elogiada pelo corpo docente do curso, bem como pela diretoria da FFCL, isso porque o trabalho reúne dados e estatísticas relevantes para a sociedade.

O estudante de Administração é filho de Iedo Matuela e Lourdes Matuela. Confira na íntegra o artigo escrito pelo jovem: 

FFCL apresenta relatório de cesta básica de Ituverava

Fonte: Tribuna de Ituverava

 

Imprimir

FFCL apresenta relatório de cesta básica de Ituverava

banner pesquisa ffclTrabalho realizado pelo curso de Administração da FFCL (Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ituverava) apresenta boletim atualizado, agora com os dados de maio inclusos na pesquisa, coletada em Ituverava, o levantamento de dados da Cesta Básica é apresentado a partir de janeiro/16, apresentando variações em fevereiro, março, abril e maio.

A metodologia de coleta é a mesma usada pelo DIEESE, tendo seus comparativos abaixo. A cesta básica em Ituverava apresenta deflação de seus preços em fevereiro, março e abril, apresentando variação positiva apenas no mês de maio.

Também são apresentadas as horas necessárias por mês de trabalho para a compra dos produtos da cesta, usando como base o salário mínimo de R$ 880,00 ( Oitocentos e oitenta reais) e o total de horas trabalhados por mês (176 horas). A primeira variação, apresentada em fevereiro, é impactada pela queda do valor do tomate e da batata e as maiores altas, ambas com 8% são o feijão e a farinha.

A variação entre fevereiro e março é acentuada com a queda de -11% no valor do Acém e -8% no valor da banana. A maior alta foi no feijão, variando de 9%.

Entre abril e março, a queda é influenciada em grande parte com a queda do tomate e da batata (-28% e -33% respectivamente). A maior alta foi do leite, com 10%, seguida da carne, 8%.

A variação apresentada entre maio e abril representa o primeiro aumento, de 2,04%. O aumento foi impulsionado pela Batata (37%), seguido pela variação do Leite (5%), Feijão 1kilo (4%) e Margarina (4%).

Em comparação com a cesta do DIEESE, no mês de fevereiro houve quedas em capitais brasileiras, como -1,1% em São Paulo, -2,89% em Brasília, -3,66% em Porto Alegre e chegando a uma queda de -8,45% em Vitória.

tabela1

No mês de março as capitais tiveram altas apresentadas, como 0,16% em São Paulo, 1,38% em Brasília, 2,3% no Rio de Janeiro. As quedas aconteceram nas capitais no Norte e Nordeste do país, como por exemplo -12,87% em Manaus e -7,05% em Boa Vista.

Em abril, observando os dados apresentados pelo DIEESE, houve quedas em diversas capitais do país, como São Paulo (-0,38), Rio de Janeiro (-1,55%), Brasília (-3,84%). As altas aconteceram em João Pessoa (3,96%), Recife (3,27%), Natal (2,61%) e Boa Vista (2,52%).

É importante ressaltar que os níveis dos preços acima são da ces ta bás ica apenas, não abrangendo outros itens, como serviços e vestuário por exemplo. Isso pode explicar a diferença de valores que é observado entre, por exemplo, o indicie IPCA ou IGP-M, normalmente apresentados na mídia, que tem uma diferente metodologia, utilizando outras fontes de consultas e cálculos.

Detalhes sobre a metodologia utilizada

A cesta básica, na metodologia proposta pelo Dieese, é composta pelos seguintes produtos e as respectivas quantidades:

tabela2

As coletas são efetuadas na primeira e segunda quinzena de cada mês, buscando
três marcas de cada produto (quando disponíveis) para utilizar na média. Assim
que temos todos os dados disponíveis, é feita uma comparação com a última coleta,
chegando à variação do percentual.

grafico1

Referências:
http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/2016/201602cestabasica.pdf
http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/2016/201603cestabasica.pdf
http://www.dieese.org.br/analisecestabasica/2016/201604cestabasica.pdf

Fonte: O Progresso

Veja Também

Prev Next